Biblioteca Pública Municipal de São Bernardo do Campo

Colfer, Eoin, 1965-

Artemis Fowl : a vingança de Opala / Eoin Colfe ; tradução, Alves Calado. - Rio de Janeiro : Record, 2006. - 364 p. ; 21 cm.

Em sua última história com o Povo das Fadas, Artemis Fowl teve sua mente apagada de qualquer lembrança do povo. Ele não lembra da capitã Holly e de seus amigos, do ouro, da supertecnologia e, principalmente, não lembra de sua maior inimiga: a duende-diabrete Opala Koboi, que, depois de um ano em um coma auto-induzido e tempo de sobra para bolar um plano brilhante, conseguiu escapar da clínica onde estava presa deixando um clone perfeito em seu lugar. De volta a uma vida de crimes, digamos, comuns, Artemis está em Berlim planejando o roubo da valiosa pintura O ladrão das fadas, guardada em condições máximas de segurança em um banco. No melhor estilo Missão impossível, ele consegue driblar guardas, gerentes e sair do banco com a tela dentro da mochila sem ninguém perceber. O que ele não sabe é a surpresa que Opala reservou para ele junto com a tela. Enquanto isso, na Cidade do Porto, a capitã Holly está prestes a ganhar uma promoção quando o líder dos goblins escapa da prisão e força Holly e um outro membro da LEP a entrarem em uma arapuca mortal, armada, claro, por Opala. Ela é acusada de alta traição e, sozinha, não tem outra saída a não ser procurar Artemis e torcer para que ele se lembre dela... Só os dois, com ajuda de Butler e Palha, podem impedir que Opala destrua o mundo das Fadas e o dos Homens da Lama. Dessa vez, Artemis está diante de uma adversária tão esperta quanto ele. Será que um plano genial será suficiente para salvá-los?


Ficção policial
Literatura juvenil
Literatura fantástica

028.5 / C658av

Powered by Koha