Biblioteca Pública Municipal de São Bernardo do Campo

Cury, Augusto, 1958-

Felicidade roubada / Augusto Cury. - 1. ed. - São Paulo : Saraiva, 2014. - 189 p. ; 23 cm.

E se de repente você perdesse a capacidade de fazer aquilo que dá sentido à sua vida? E se fosse paralisado por seus medos? Alan de Alcântara é um bem-sucedido neurocirurgião que dedica grande parte de seu tempo à medicina. Cético e pragmático, não reconhece qualquer sinal de fraqueza em si e tem dificuldade em lidar com pessoas lentas. Sua vida profissional suga toda a sua energia, e, apesar de amar sua esperta filha Lucila e sua adorável esposa Claudia, mal convive com elas. Pensa que o amor é algo incondicional e não precisa de cuidado... Durante uma cirurgia, no entanto, Alan é acometido por uma crise de pânico e não é capaz de terminar o procedimento, deixando a responsabilidade para seu auxiliar. Ele pensa estar sofrendo um ataque cardíaco, e não admite o diagnóstico: transtorno psíquico. Em hipótese alguma, seu mal-estar poderia ter origem emocional. Isso é para fracos, acredita o médico. Alan verá suas certezas desmoronarem diante da doença ¿ que irá significar, em última instância, uma oportunidade rara de ele se reconstruir como ser humano.

9788502225640


Felicidade
Romance brasileiro

869.935 / C988fr

Powered by Koha