Biblioteca Pública Municipal de São Bernardo do Campo

Contos fantásticos do século XIX : : o fantástico visionário e o fantástico cotidiano /

Colaborador(es): Calvino, Ítalo, 1923-1985 [Organizador].
Tipo de material: TextoTextoEditora: São Paulo : Companhia das Letras, 2004Descrição: 518 p. ; 23 cm.Assunto(s): Conto | Século XIX | Literatura fantásticaSumário: Os Contos fantásticos do século XIX foram selecionados pelo escritor Italo Calvino para uma série da televisão italiana, em 1983. Aqui estão as várias faces do sobrenatural: são histórias de fantasmas e de horror, do onírico, do macabro, do exótico e do misterioso. Os contos foram escritos por 26 autores do século XIX, de tradições literárias as mais diversas: de Hoffmann e Walter Scott a Kipling e H. G. Wells, passando, por Gogol, Poe e Andersen, entre outros, além de autores considerados "realistas" famosos, como Balzac, Dickens, Maupassant e Henry James. Todos procuram, atrás da aparência cotidiana dos fatos, um mundo encantado ou infernal que, mais do que assustar o leitor, o deixe perplexo: é verdade ou mentira, sonho ou alucinação? Como diz Calvino na introdução do livro, "o elemento sobrenatural que ocupa o centro desses enredos aparece sempre carregado de sentido, como a irrupção do inconsciente, do reprimido, do esquecido, do que se distanciou de nossa atenção racional. Aí está a modernidade do fantástico e a razão da volta do seu prestígio em nossa época". Além dessa introdução, Calvino faz um breve comentário no início dos contos, sugerindo interpretações e explicando a importância de cada um deles no contexto da literatura fantástica. Fonte pesquisada: www.amazon.com.br
Tipo de material Localização atual Setor Classificação Exemplar Situação Previsão de devolução Código de barras
Livro e folheto Biblioteca Érico Veríssimo
Acervo geral
Circulante 808.831 C781 2011 (Percorrer estante) e. 13 Disponível 5008307
Livro e folheto Biblioteca Érico Veríssimo
Acervo geral
Circulante 808.831 C781 2011 (Percorrer estante) e. 14 Disponível 5008308
Livro e folheto Biblioteca Guimarães Rosa
Acervo geral
Circulante 808.831 C781 2004 (Percorrer estante) e. 3 Disponível 00295083
Livro e folheto Biblioteca Guimarães Rosa
Acervo geral
Circulante 808.831 C781 2011 (Percorrer estante) e. 8 Disponível 00399525
Livro e folheto Biblioteca Guimarães Rosa
Acervo geral
Circulante 808.831 C781 2011 (Percorrer estante) e. 16 Disponível 5026077
Livro e folheto Biblioteca Machado de Assis
Acervo geral
Circulante 808.831 C781 2011 (Percorrer estante) e. 10 Disponível 00399985
Livro e folheto Biblioteca Monteiro Lobato
Acervo geral
Circulante 808.831 C781 2011 (Percorrer estante) e. 11 Disponível 5002957
Livro e folheto Biblioteca Monteiro Lobato
Acervo geral
Circulante 808.831 C781 2011 (Percorrer estante) e. 15 Disponível 5015407
Livro e folheto Sala de Leitura Padre Leo Commissari
Acervo geral
Circulante 808.831 C781 2011 (Percorrer estante) e. 18 Disponível 5026941
Livro e folheto Sala de Leitura Padre Leo Commissari
Acervo geral
Circulante 808.831 C781 2011 (Percorrer estante) e. 19 Disponível 5038748

Os Contos fantásticos do século XIX foram selecionados pelo escritor Italo Calvino para uma série da televisão italiana, em 1983. Aqui estão as várias faces do sobrenatural: são histórias de fantasmas e de horror, do onírico, do macabro, do exótico e do misterioso. Os contos foram escritos por 26 autores do século XIX, de tradições literárias as mais diversas: de Hoffmann e Walter Scott a Kipling e H. G. Wells, passando, por Gogol, Poe e Andersen, entre outros, além de autores considerados "realistas" famosos, como Balzac, Dickens, Maupassant e Henry James. Todos procuram, atrás da aparência cotidiana dos fatos, um mundo encantado ou infernal que, mais do que assustar o leitor, o deixe perplexo: é verdade ou mentira, sonho ou alucinação? Como diz Calvino na introdução do livro, "o elemento sobrenatural que ocupa o centro desses enredos aparece sempre carregado de sentido, como a irrupção do inconsciente, do reprimido, do esquecido, do que se distanciou de nossa atenção racional. Aí está a modernidade do fantástico e a razão da volta do seu prestígio em nossa época". Além dessa introdução, Calvino faz um breve comentário no início dos contos, sugerindo interpretações e explicando a importância de cada um deles no contexto da literatura fantástica. Fonte pesquisada: www.amazon.com.br

Powered by Koha