Biblioteca Pública Municipal de São Bernardo do Campo

Antologia do teatro anarquista /

Colaborador(es): Vargas, Maria Thereza [Organizador].
Tipo de material: TextoTextoSérie: (Dramaturgos do Brasil).Editora: São Paulo : WMF Martins Fontes, 2009Edição: 1. ed.Descrição: xxxv, 316 p. ; 18 cm.ISBN: 9788578270094.Assunto(s): Teatro brasileiro | Anarquismo | BrasilGênero/Forma: AntologiaSumário: Durante a primeira metade do século XX, à margem do teatro comercial, muitas peças foram escritas e representadas por operários - sapateiros, alfaiates, vidreiros, entre outros - que faziam parte de associações e grupos filodramáticos em várias cidades brasileiras. Na cronologia organizada por Maria Thereza Vargas, o leitor encontrará informações preciosas sobre essas atividades voltadas para uma platéia formada quase que exclusivamente por trabalhadores. Este volume traz uma amostra da dramaturgia feita por operários simpáticos ao Anarquismo: O semeador, de Avelino Fóscolo, A bandeira proletária, de Marino Spagnolo, Uma mulher diferente, de Pedro Catallo. Fonte pesquisada: www.travessa.com.br
Tipo de material Localização atual Setor Classificação Exemplar Situação Previsão de devolução Código de barras
Livro e folheto Biblioteca Guimarães Rosa
Acervo geral
Circulante 792 A637 2009 (Percorrer estante) e. 1 Emprestado 17/08/2022 5061091
Percorrendo a Biblioteca Guimarães Rosa as estantes, Localização na estante: Acervo geral, Coleção: Circulante Fechar navegador da prateleira
Capa não disponível
Capa não disponível
Capa não disponível
Capa não disponível
791.4575 B139s [197-] À sombras dos laranjais / 791.45750981 A354h 2002 A Hollywood brasileira : 791.53 F441f 1998 Fantoche & cia. 792 A637 2009 Antologia do teatro anarquista / 792 B631j 2007 Jogos para atores e não-atores / 792 M637n C1979 Novos rumos do teatro 792 M637n C1979 Novos rumos do teatro

Durante a primeira metade do século XX, à margem do teatro comercial, muitas peças foram escritas e representadas por operários - sapateiros, alfaiates, vidreiros, entre outros - que faziam parte de associações e grupos filodramáticos em várias cidades brasileiras. Na cronologia organizada por Maria Thereza Vargas, o leitor encontrará informações preciosas sobre essas atividades voltadas para uma platéia formada quase que exclusivamente por trabalhadores. Este volume traz uma amostra da dramaturgia feita por operários simpáticos ao Anarquismo: O semeador, de Avelino Fóscolo, A bandeira proletária, de Marino Spagnolo, Uma mulher diferente, de Pedro Catallo. Fonte pesquisada: www.travessa.com.br

Powered by Koha